Upgrade do Ubuntu Server para 12.04 LTS

Posted on julho 18, 2012. Filed under: Linux, Ubuntu | Tags:, , |

Introdução

Neste artigo vamos explicar o processo à ser realizado para fazer o upgrade no Ubuntu server, para à última versão, 12.04 LTS (Precise). Precisei fazer o upgrade do ubuntu server, da versão 10.10 (Maverick) para a útlima, 12.04 LTS (Precise). No caso, fiz o upgrade primeiramente para a versão 11.04 (Natty), depois para a versão 11.10 (Oneiric) e finalmente para 12.04. Pelo que andei pesquisando, pude observar que alguns textos dizem que é possível fazer o upgrade diretamente de qualquer versão para à última LTS. Porém não quis arriscar em servidores de produção. Portanto, fiz a atualização de forma gradual.

Além do processo de upgrade, procurei passar para vocês, como resolvi alguns erros que apareceram durante o procedimento. Vale salientar, que este artigo se refere somente à versão server do Ubuntu. A versão desktop pode ser feita através de um procedimento diferente.

Procedimento

  • Logar no Ubuntu server como root
  • update no apt-get
  • # apt-get update

  • Instalação/Atualização do update-manager-core
  • # apt-get install update-manager-core

  • Editar o arquivo /etc/update-manager/release-upgrades e alterar Prompt=lts para Prompt=normal:


    [DEFAULT]
    # Default prompting behavior, valid options:
    #
    # never - Never check for a new release.
    # normal - Check to see if a new release is available. If more than one new
    # release is found, the release upgrader will attempt to upgrade to
    # the release that immediately succeeds the currently-running
    # release.
    # lts - Check to see if a new LTS release is available. The upgrader
    # will attempt to upgrade to the first LTS release available after
    # the currently-running one. Note that this option should not be
    # used if the currently-running release is not itself an LTS
    # release, since in that case the upgrader won't be able to
    # determine if a newer release is available.
    Prompt=normal

  • Iniciar o processo de upgrade
  • # do-release-upgrade

    Observações:

    • Caso esteja atualizando via ssh, será alertado sobre o risco de ocorrer algum problema durante o upgrade e você perder a conexão. De qualquer forma, um ssh alternativo é aberto na porta 1022. Sempre que possível, executar o upgrade diretamente no terminal físico do servidor.
    • Durante o upgrade, você será alertado sobre alguns processos que precisam ser re-inciados devido à atualização de pacotes. Pode autorizar tranquilamente a re-inicializaçao desses processos.
    • Alguns pacotes, ao serem atualizados para novas versões (apache, php, samba, etc.), terão novos arquivos de configuração. O mecanismo de upgrade do Ubuntu irá perguntar o que deseja fazer com os novos arquivos. (Manter o atual, sobrescrever com o novo, fazer um diff, etc.) Eu aconselho a sempre instalar o arquivo de configuração da nova versão do pacote. E depois do upgrade ajustar os parâmetros de acordo com sua necessidade. Portanto, antes do upgrade, faça um backup dos seus principais arquivos de configuração. Exemplo: /etc/php5/apache/php.ini, /etc/apache2/apache2.conf, /etc/samba/smb.conf
    • Durante o upgrade, normalmente para a versão 11.10 (Oneiric), o grub acusa que precisa ser instalado novamente e te mostra as opções dos possíveis locais onde pode ser instalado. Aconselho a instalar no MBR do seu disco (ex: /dev/sda).
    • Durante o upgrade, passando pela versão 11.10 (Oneiric), existe um bug que faz o comando fuser usar 100% de CPU, fazendo fork de forma incontrolada. Percebi esse problema, pois o sistema acusa direto que não conseguia alocar memória. O fuser é disparado por um processo do php que roda no crontab. Antes de continuar com o upgrade para à versão 12.04, para não ter imprevistos, faça a devida mudança no arquivo /etc/cron.d/php5:

      Trocar a linha:
      09,39 * * * * root [ -x /usr/lib/php5/maxlifetime ] && [ -d /var/lib/php5 ] && find /var/lib/php5/ -depth -mindepth 1 -maxdepth 1 -type f -cmin +$(/usr/lib/php5/maxlifetime) ! -execdir fuser -s {} 2>/dev/null \; -delete

      Para:
      09,39 * * * * root [ -x /usr/lib/php5/maxlifetime ] && [ -d /var/lib/php5 ] && find /var/lib/php5/ -depth -mindepth 1 -maxdepth 1 -type f -cmin +$(/usr/lib/php5/maxlifetime) -delete

    • Em um dos servidores que fiz o upgrade, tive um problema no terminal físico dele. A tela ficava em preto e não conseguia visualizar nada nela. Fiz diversas mudanças em arquivos de configuração do grub e do console. As duas configurações abaixos resolveram o meu problema:

      No arquivo /etc/default/grub, trocar a linha:
      GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="quiet"

      Para:
      GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="quiet nomodeset"

      No arquivo /etc/default/console-setup, trocar a linha:
      FONTFACE="VGA"

      Para:
      FONTFACE="Fixed"

Make a Comment

Deixe uma resposta para pasquati Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

2 Respostas to “Upgrade do Ubuntu Server para 12.04 LTS”

RSS Feed for Pasqua Tecnologia Comments RSS Feed

Cara, muito boas as dicas, passei por essa atualização, deu tanto rolo que acabei fazendo da forma mais tosca, como tem backup atualizado diariamente, parei tudo numa sexta à noite, formatei e instalei a versão 12.04 e passei o sábado configurando tudo e restaurando o backup, na segunda-feira quando o povo chegou, o server já estava rodando redondo com a nova versão.
Se tivesse lido o teu artigo antes, provavelmente eu teria me poupado desse trabalhão, hehehehe…

Valeu pelas dicas.

Obrigado Amilton!!
Boa sorte!


Where's The Comment Form?

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: